Do green ao tee

Este modelo pressupõe uma iniciação e aprendizagem do Golfe por objetivos, desenvolvendo-se tarefas de complexidade crescente, sem deixar de intercalar outras que desenvolvam sensações quinestésicas, criando-se assim, necessidades progressivas de treino nas diferentes técnicas da modalidade, nomeadamente nas áreas de “Putting”; “Chipping”; “Pitching” e “Swing”.

Estas técnicas são abordada com ênfase nos diferentes elementos críticos do pré-swing PPP&P:

  • Pontaria;
  • Pega;
  • Postura e Posição da Bola.

seguindo-se o Alinhamento e a Base de Sustentação (ABS), assim como os específicos do Put, nomeadamente:

  • Pega;
  • Posição do “esterno”;
  • Posição das Mãos e a Posição dos olhos (em relação à bola e à linha do alvo).

O desenvolvimento e a aprendizagem destes elementos críticos do pré-swing são fundamentais para o sucesso desportivo no golfe, independentemente da competência de jogo do praticante, desde o principiante ao jogador de mais alto nível de rendimento desportivo.

O domínio destes elementos técnicos processa-se de acordo com o desenvolvimento individual, mas respeitando sempre as fases da aprendizagem motora, como sejam, a Aquisição, a Retenção e o Transfer.

Haverá, ainda, que considerar os diferentes níveis de competências, através de uma prática continuada (treino), desenvolvendo-se desde o nível rudimentar ao consistente, passando pelo nível elementar, ajustando-se as respetivas tarefas de acordo com os elementos críticos a desenvolver.

InterGolf